24 Setembro 2021

Video Notícias

  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
  • 6
  • 7
  • 8

Erupção Vulcânica: Escolas e infantários de Monte Grande e Achada Furna reforçados com materiais e mobiliários

  • PDF
Partilhar esta notícia
Actualizado a 08/05/2015, 00:08 São Filipe, 08 Mai (Inforpress) – As escolas e jardins-de-infância localizados em Monte Grande e Achada Furna, onde estão alojadas a maior parte das famílias de Chã das Caldeiras, foram contemplados com um conjunto de materiais e mobiliários escolares. Aos infantários das duas localidades, a delegação do Ministério da Educação e Desportos (MED) de São Filipe entregou, na quinta-feira, um conjunto de materiais didácticos para reforçar a sua capacidade. As escolas do Ensino Básico de Monte Grande e Achada Furna, segundo o delegado do MED, Luís Nunes, foram contempladas com mobiliários escolares, tais como carteiras, secretárias, quadros e cadeiras, para alunos e professores, notando que o financiamento dos materiais didácticos e mobiliários escolares foi assegurado pelos escritórios do Sistema das Nações Unidas (ONU) em Cabo Verde, no valor aproximado de dois mil contos. A educação foi um dos pilares do sector social identificado pelo Sistema das Nações Unidas para a sua intervenção, através de apoio às estruturas escolares nas zonas de realojamento temporário e no reforço da capacidade do pessoal docente. É nesta base que foram disponibilizados os materiais e mobiliários escolares. Aquando da realização do fórum de reconstrução do Fogo, o representante da Unicef mostrou disponibilidade deste organismo das Nações Unidas em apoiar, além do fornecimento de materiais didácticos e mobiliários escolares, na construção das estruturas escolares nas zonas de realojamento definitivo, respeitando determinadas normas (sanitários separados para rapazes e meninas, água sem custo), reforçar a prevenção e a gestão dos riscos de desastres no meio escolar e atribuir bolsas a estudantes originários de zonas do desastre. Não obstante a erupção ter destruído as principais povoações de Chã das Caldeiras e as infra-estruturas colectivas, que obrigou a deslocação da população, a continuidade dos serviços da educação e formação não foi interrompida e as crianças do pré-escolar e do Ensino básico e Secundário foram integradas no sistema nos principais centros de acolhimento, desde os primeiros dias da erupção. JR Inforpress/Fim    
Leia ainda - Artigos mais recentes: