24 Setembro 2021

Video Notícias

  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
  • 6
  • 7
  • 8

Fogo: SGP/GEF financia projecto para prevenir incêndios na floresta de Monte Velha

  • PDF
Partilhar esta notícia
Actualizado a 19/03/2015, 17:42 São Filipe, 20 Mar (Inforpress) - O Programa das Pequenas Subvenções do Fundo Global para o Ambiente vai disponibilizar 30 mil dólares (cerca de três mil contos) para o projecto do Parque Natural do Fogo no perímetro florestal de Monte Velha, visando prevenir futuros incêndios. Alexandre Rodrigues, coordenador do Parque Natural do Fogo (PNF), disse à Inforpress que o projecto vai incidir na limpeza geral da florestal e na eliminação das plantas invasoras, criando assim condições para diminuir os riscos de incêndios florestais cuja época está a aproximar-se. Estas intervenções, para o coordenador do PNF constituem a prioridade, já que a força humana que normalmente participa no combate dos incêndios no perímetro florestal de Monte Velha, a população de Chã das Caldeiras, foi deslocada na sequência da erupção vulcânica. Por outro lado, dada a inexistência de acesso carroçável devido a cortes de estradas entre Portela e o perímetro florestal,  em caso de incêndio,  o impacto será bem maior, indicou o responsável. Para a realização dos trabalhos que deverão iniciar-se no final deste mês de Março, a coordenação do Parque Natural vai envolver a população de Chã das Caldeiras, nomeadamente as pessoas que estão alojadas nos Mosteiros por estarem mais próximas do perímetro. Segundo o responsável, s trabalhos vão iniciar-se nas proximidades dos terrenos agrícolas das zonas altas do concelho dos Mosteiros e estender-se para o interior da floresta. O projecto é financiado pelo Programa das Pequenas Subvenções do Fundo Global para o Ambiente (SGP/GEF) e conta com a parceria do Programa de Consolidação do Sistema das Áreas Protegidas, delegação do Ministério de Desenvolvimento Rural e associação comunitária de Feijoal, Mosteiros. Além de financiamento deste projecto, o Programa das Pequenas Subvenções do Fundo Global para o Ambiente (SGP/GEF) vai disponibilizar o remanescente no valor de 90 mil dólares, mais de oito mil contos, para financiar iniciativas a favor das famílias deslocadas de Chã das Caldeiras. JR Inforpress/Fim  
Leia ainda - Artigos mais recentes: